Tradição Farroupilha resiste à acultura da superficialidade? Tchê!

Inconfidência Mineira e Revolução Farroupilha armaram-se contra o “Quinto dos Infernos”, imposto que era de APENAS 20%. Hoje, a carga tributária chega a ser 4 vezes maior, e o que acontece…?

A vida é feita de escolhas

http://ning.it/qgGKUu

Apenas a Tradição Farroupilha resiste à acultura da superficialidade? Tchê!

Pagamos os mais caros impostos do planeta pelos piores desserviços públicos do mundo. Os recursos são consumidos em uma rede de teias de corrupção e desperdício. Essa realidade antiecológica obviamente é inaceitável. Contudo, vem sendo tolerada pela sociedade brasileira. Há uma espécie de décifit de atenção coletivo, cujo inconsciente está entorpecido por uma acultura de superficialidade, com acentuada terceirização do pensamento: http://www.padilla.adv.br/processo/morosidade/

Aproxima-se 20 de setembro, o feriado Farroupilha, celebrando a saga da Guerra dos Farrapos, ancestrais que rejeitaram a aliança com o vizinho Uruguai. Podemos mudar os rumos da história.

O Hino Riograndense registra que – para ser livre, é preciso ter CULTURA, e aspira a que sirvam de modelo as “façanhas”, isto é, os fatos que superaram a lenda e tornaram legendária a tradição guerreira. Contudo, pelo contrário, ao invés de modelar-se nos atributos da honra, a brasilidade está entregue. http://www.canaleletronico.net/index.php?view=article&id=102#josc179

Para turbinar a globalização, os politicorruptos minam a resistência, saturando de (des)informações ambíguas e contraditórias, invertendo os valores.

Só um tipo resiste, prejudicando o merchandising, e retardando a padronização do consumo. “Um certo Capitão Rodrigo” cativa e conquista. Há CTGs – Centros de Tradição Gaúcha, em todos cantos deste planeta. Em “O tempo e o vento”, Érico Veríssimo identifica as características de Cambará, simples, autêntico, adaptável e corajoso: http://www.padilla.adv.br/alegre/gaucho/erico/

Não conseguindo suplantar essa Cultura, os sociopatolobistas iniciaram um processo de desdenhá-la: Misturar realidade com ficção, mensagens subliminares, repetição de mentiras até serem banais; reforço paralelo; idolatria de falsas lideranças, e profusão de paradoxos! Todos os recursos para entorpecer.

É uma cruzada contra os novos bárbaros, os gaudérios que, em pleno Séc. XXI, bebem chimarrão ao invés dos industrializados; preferem bombachas às grifes; usam um linguajar próprio, resistindo aos comando subliminares. Pior, disseminam o consumo de carne assada, o prato mais simples de preparar e avesso à dieta açucarada que destrói a saúde: http://pt.scribd.com/doc/61508666/

Reparou como, no final do Sec. XX, surgiram piadas sobre gaúchos? Que Deus, na sua infinita bondade, apiede-se dos detratores. O gaúcho é ecológico, e arrebatador. Olha os “lírios do campo”, escuta “musica ao longe”, sobreviveu ao “incidente em Antares”. Também pudera: Foi forjados pelo Minuano, o vento implacável! Ψ http://www.padilla.adv.br/alegre/gaucho/

Liderar é decidir com sabedoria.

Poder deve ser exercido com responsabilidade:

Na Semana Farroupilha, vamos fazer cairem os butiá do bolso!

O samurai do pampa brasileiro, como a relva que sobrevive ao rigoroso inverno, vai acordar do torpor e irá vencer à danosa acultura da superficialidade!

http://magrs.net/?p=7928#more-7928

Anúncios

Sobre Prof. Padilla suplente de Vereador em Porto Alegre pesquisador transdisciplinar na UFRGS Faculdade de Direito

Professor Sports Law (Direito Desportivo) at Faculdade de Direito at UFRGS, since 1992, advocated the creation of the new discipline in the curriculum courses in Legal Sciences - the "Sports Law", established as a discipline in the Faculty of Law, UFRGS, operationalized by the end of twentieth century, which placed at an important leading position in this area of knowledge, intellectual prominence, even abroad, where it became recognized as a pioneering center of the discipline: http://www.estig.ipbeja.pt/~ac_direito/ddesportodisciplinas.html Master in NLP and Antropology by Salamanca, Spain, coaching, strategy consultant and lawyer, Specialist in Civil Procedure; Doctor Honoris Causa, Bachelor of Law and Social Sciences, UFRGS - Federal University of Rio Grande do Sul (1983), where he also taught College (1992) on the permanent staff, performing the function, without interruption, the Department of Private Law and Civil Procedure from august 29/1992 as a substitute teacher, and from august 25/1994 as of the effective teacher in the vacancy caused by retirement of the Minister Gusmao Athos Carneiro. Source: http://lattes.cnpq.br/3168948157129653 * Research in Process (1989 /...) and Sports Law (1992 /...), currently focused on building a "General Theory of Sports Law". * 1th President of Rotary Clube Porto Alegre Moinhos de Vento (2000-2) * State Attorney at PGE-RS (1993-2006) * Presidente of Sports Court at Gaucha (Rio Grande do Sul State) Karate Federation; 5º Dan/Degree, Refere (1989...); Regional President (1997-2001) of Gaucha (Rio Grande do Sul State) Karate Federation; Juridic Director (1990-1997), National Referee Coordenator (2001-2004), Coordinator of World Karate Championship 1998 at Brazilian Karate Federation; Coordinator of karate at Olimpic Winter (São Paulo, 1995) and Summer (Rio de Janeiro, 1995 and 1996) Festival, of COB-Brazilian Olimpic Comitee.
Esse post foi publicado em Não categorizado e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Tradição Farroupilha resiste à acultura da superficialidade? Tchê!

  1. ANGELICA TAMIRES disse:

    como surgiu o RS????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s